Uma Economia Participativa

Apesar das incertezas, a certeza de tranScendermos limites.

Ricardo Oliveira – 20/06/2021

Nós somos desafiados pelos limites que nos impomos, muito mais do que pelos limites que nos são impostos.

Não temos mais alternativas. Ou transformamos a Economia e distribuímos Renda, ou transferimos para os outros a nossa responsabilidade em optar pela omissão ao invés da ação.

Uma parte importante em nossas vidas é a transição da infância para a adolescência e para a idade adulta.

Essa transição não modifica quem éramos desde o nascimento. Apenas nos modela para algo melhor ou pior através de nossas histórias, experiências pessoais e o que aprendemos com elas.

Antes de Hobbes o homem já era o lobo do homem.

Antes de Copérnico, o Sol era o centro do nosso sistema planetário

Antes de Platão já vivíamos em cavernas reais e imaginárias.

Antes de Malthus já vivíamos a escassez da má distribuição da produção e da renda.

Enfim…

Antes de nós mesmos, mulheres e homens compartilham conhecimento e trabalho para melhorar a condição de vida de suas famílias, suas comunidades em busca de uma Vida melhor.

A busca por uma Vida melhor não é, nunca foi e jamais será uma busca de sistemas que priorizem o Capital mais do que a Vida, que o Trabalho, que a Saúde, a Segurança e a Educação.

Nossa busca é por uma Sociedade Participativa em que o respeito e humanidade seja o principal valor da Economia.

COMPARTILHE:

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s